O 61º Grammy Awards foi realizado no último domingo (10) e este ano os artistas cristãos contemporâneos que se destacaram receberam prêmios de primeira linha e estão mais visíveis do que nunca.

Marcada por performances de Alicia Keys, que em certo momento durante a cerimônia tocou dois pianos ao mesmo tempo, e uma aparição surpresa da ex-primeira-dama Michelle Obama, a premiação deslumbrou os telespectadores com classificações correspondentes ao show do ano passado.

Comentaristas e até parte da mídia americana estão que “Deus está cada vez mais no centro das atenções na indústria da música” e que o prêmio da noite anterior não foi exceção. À medida que os artistas cristãos ascendem aos primeiros lugares nas paradas com músicas de sucesso, sua influência continua a crescer.

Um dos destaques da noite foi a cantora cristã Lauren Daigle, que ganhou dois prêmios, na categoria “Melhor Álbum de Música Cristã Contemporânea” e “Melhor Música Cristã Contemporânea”.

“Esse disco, eu vou te dizer, acabou de sair de uma temporada de perceber que é só olhar para cima”, disse Daigle ao aceitar o prêmio de domingo para seu álbum ‘Look Up Child’.

“Eu amo essa música que nos dá a oportunidade de olhar para cima. Isso nos dá a oportunidade de espalhar amor pelo mundo inteiro. Eu só quero agradecer a Jesus por me deixar fazer parte disso, que Ele colocou uma voz na minha garganta”, acrescentou.

Influência

Em uma coluna da Fox News de domingo, Mark Joseph, autor do livro “Rock Gets Religion: A Batalha pela Alma da Música do Diabo”, argumentou que Deus seria o “centro do palco”

“Na verdade, uma olhada na tabela de singles da Billboard mostra que cerca de metade dos artistas são cristãos devotos, com a maioria sendo de tendência evangélica, como Mumford & Sons, Matt Maher, Needtobreathe, Shinedown, Foster The People e 21 Pilots”, Joseph observou.

A música do diabo está se tornando muito menos diabólica, ironizou ele, particularmente quando artistas cristãos deixam para trás gravadoras “cristãs”.

“Artistas consagrados que um dia abalaram o mundo da música cristã deixaram esses rótulos para trás, assinando com as principais gravadoras, como Atlantic, Epic, Universal e outras, e ressurgindo como artistas mainstream, sem mudar suas mensagens. Entre esse grupo é a banda Switchfoot, que atualmente tem o single número 4 do país nas paradas de rock da Billboard, assim como o grupo agora debandado ‘The Civil Wars’, liderado por Joy Williams, que era uma estrela pop cristã em anteriormente”, disse ele.

 

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

DEIXE SEU COMENTÁRIO

LEIA TAMBÉM